Energia de Faca e Garfo

Setembro já lá foi e as férias parecem ter sido há um tempão?

Sente-se pouco preparado para o regresso às rotinas?

Apesar desta semana nos presentear com um feriado sente que mesmo assim precisava de mais?

Então fique a saber que depois do descanso do guerreiro precisamos de forças adicionais para retomarmos as nossas rotinas e regressarmos ao trabalho cheios de vitalidade.

As nossas vidas são aceleradas, o dia a dia exigente e os afazeres multiplicam-se e para isso a  alimentação pode ser a sua melhor aliada. Aprenda a consumir energia de faca e garfo.

Conheça os melhores alimentos para ter na sua cozinha e consumir no seu dia a dia que o vão ajudar a repor os níveis de energia.

 

1. Chá verde, guaraná, café e chocolate negro com mais de 70% de cacau

Pelo seu conteúdo em cafeína, estes alimentos, se consumidos de forma regular e moderada podem ser excelentes energizantes. Contudo deve ter em atenção que o seu excesso pode alterar o sistema nervoso, a qualidade do sono e tornar-se aditivas. No caso de doentes cardíacos e alterações da  tensão arterial estes alimentos deverão ser sempre tomados de sobre supervisão nutricional e/ou médica.

 

2. Frutos secos

Frutos secos como amêndoas, nozes, avelãs, cajus ou amendoins (sem sal) são excelentes opções energizantes. Pela sua riqueza em ácidos gordos polinsaturados essenciais e minerais como potássio, cálcio e fósforo são excelentes opções para ter consigo a meio da manhã ou da tarde, antes do exercício físico ou para adicionar aos seus cereais de pequeno almoço.

 

3. Cereais integrais

Deve preferir sempre cereais integrais que, pela sua riqueza em fibra alimentar ajudam a uma  libertação de açúcar sanguíneo mais faseada ao longo do tempo em vez de uma libertação brusca como acontece com os cereais refinados. Esta libertação rápida pela falta de fibra faz com que a resposta pacreática e libertação de insulina excessiva conduza hipoglicémias como contra-resposta.

 

4. Leguminosas

Com um alto conteúdo de fibras, as leguminosas como o feijão, o grão ou as ervilhas, mas também as lentilhas ou a soja, são uma excelente alternativas energizantes. Para além do seu conteúdo em proteína vegetal são também fonte de hidratos de carbono complexos, vitaminas e minerais.

 

5. Tubérculos

Tubérculos como cenoura, beterraba e gengibre são excelentes alimentos para quem procura uma vida ativa. Para além da sua riqueza em antioxidantes, vitaminas e minerais que ajudam a combater os efeitos indesejados do stress, previnem o envelhecimento precoce e a sensação de cansaço relacionado com as exigências profissionais ou atividade física intensas.

 

6. Fruta

Frutas como pera abacate, banana, manga ou citrinos são excelentes opções para quem sente falta de baterias. Para além da quantidade moderada de açúcares naturais apresentam também fibra,  vitaminas antioxidantes e minerais para repor os níveis destes micronutrientes fundamentais para o equilíbrio do nosso organismo.

A pera abacate para além destas características apresenta ainda gorduras de origem vegetal que contribuem para um aporte de energia limpa e saudável.

 

7. Sementes

As sementes oleaginosas como é o caso da linhaça, chia, girassol, abóbora ou sésamo são fontes naturais de ácidos gordo ómega 6 (gorduras essencias) e fibra alimentar importante na manutenção dos níveis de energia diários. Em conjunto são uma excelente alternativa para juntar aos iogurtes, saladas ou sopas, tornando-as mais ricas e completas.

 

8. Peixes gordos

Peixes gordos como salmão, sardinha ou cavala são ótimos alimentos a ter em conta quando a  questão é falta de energia. Com proteína de alto valor biológico e gorduras de excelente qualidade, ricas em ácidos gordos polinsaturados ómega 3, estes alimentos ajudam a restabelecer as energias, a aumentar a massa muscular e a manter níveis de gorduras sanguíneas estáveis.

Pelo seu baixo valor calórico e fácil digestão, estes peixes, ajudam a manter um peso corporal adequado sem sobrecarregar o organismo.

 

9. Frutos vermelhos

Os frutos vermelhos como os morangos, amoras, framboesas, mirtilos entre outros são uma  excelente fonte de antioxidantes. O seu papel é fundamental para o combate aos efeitos indesejados dos radicais livres relacionados com o cansaço físico e mental, poluição, tabaco, exposição aos raios U.V., sobrecarga do organismo, recuperação pós treino ou excesso de trabalho.

 

10. Óleo de coco

Uma gordura pouco utilizada há uns anos atrás, é hoje em dia um alimento em voga. Devido à sua composição em trigliceridos de cadeia média, são rapidamente absorvidos sendo convertidos em energia.

Para além disso, o consumo de óleo de coco aumenta ainda a taxa de metabolismo do corpo  contribuindo para a perda de peso), eleva o nível de colesterol HDL (ou “bom” colesterol) e reduz os níveis do colesterol LDL (ou “mau” colesterol).

 

Comentário

  • Anónimo

    Boa Noite,
    Alguém sabe onde esta a receita das bolinhas energéticas?
    Quero fazer mas não encontro a receita

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

×